Disque Denúncia Eleitoral, Notícias, Projetos

Cresceram 200% as denúncias sobre compra de votos no mês das eleições

01/11/2012 por Soraia Patricia

O Disque Denuncia Eleitoral 2012 estabelecido pelo PNBE Pensamento Nacional das Bases Empresariais, em convênio com o Ministério Público Eleitoral e a Procuradoria Regional Eleitoral do estado de São Paulo recebeu 1189 notificações de irregularidades no período de seu funcionamento, entre julho e outubro deste ano. No total foram 5574 atendimentos entre solicitações de informações, reclamações e denúncias.

 

No mês das eleições, outubro, houve alteração no perfil dos tipos de denúncia recebida em relação aos meses anteriores. As denúncias de propaganda eleitoral irregular caíram 40% em relação a setembro, enquanto as denúncias de crime contra fé pública e contra a justiça eleitoral subiram 1000% e as denúncias de compra de votos aumentaram 200%.

 

O foco de atendimento do programa desenvolvido pelo PNBE é o estado de São Paulo. As denúncias do restante do Brasil também foram aceitas, mas a predominância é de moradores do estado. Assim, 89% das denúncias vieram do sudeste do país, seguido do nordeste com 5%, sul com 2%, norte com 3% e o centro-oeste 1%.

 

Dos atendimentos registrados em outubro no estado de São Paulo 26% correspondem a propaganda eleitoral irregular, 26% a compra de votos e 19% a denúncias de crime contra fé pública e contra a justiça eleitoral.

 

As demandas das outras UF foram principalmente sobre compra de voto com 54% e ilícitos eleitorais cometidos no dia da eleição com 19%.

 

Para a compra de voto o meio mais utilizado é o dinheiro em espécie, com 34%, seguido pela cesta básica com 11%, e por oferta de material de construção.  Os estados que mais fizeram denúncias sobre compra de votos foram SP, PR e MG.

 

As denúncias em São Paulo

No estado de São Paulo os eleitores do interior foram os que mais utilizaram o serviço do DDE do PNBE, com 44% das chamadas. Os municípios que mais comunicaram ilícitos eleitorais foram: Nova Aliança 17%, Campinas 6%, Pardinho 5%, Cedral 5% e Américo de Campos 3%. A cidade com mais atendimentos em outubro sobre os crimes contra a fé pública e contra a justiça eleitoral foi o Nova Aliança e as denúncias de compra de voto provieram principalmente das cidades de Cedral e Américo de Campos.

 

Na Região Metropolitana de São Paulo, os municípios que mais se destacaram foram São Paulo com 55% do total regional, Guarulhos com 10%, Osasco 10%, Barueri 5% e Embu-Guaçu 5%. Já nas cidades do ABCDM, a maior concentração veio de Santo André com 70%, seguido por São Bernardo do Campo com 20% e Mauá com 10%.

 

No litoral paulista tivemos o seguinte quadro: Ubatuba 33%, Santos 33%, Praia Grande 11%, Ilha Bela 11% e Ilha Comprida 11%.

 

Mais informações:

Soraia Patrícia da Silva Morais
(11) 32848687
PNBE – Pensamento Nacional Das Bases Empresariais

soraia@pnbe.org.br
www.pnbe.org.br

Comente

*

Notícias Recentes

No Banner to display




Newsletter

Carregando...Carregando...



Jurômetro

Rua Barão de Itapetininga, 151 - cj 144 - 14º andar - República - 01042-909 - São Paulo SP
fone/fax (11) 3284-8687 - email: pnbe@pnbe.org.br
Copyright @ 1987-2012 PNBE - Pensamento Nacional das Bases Empresariais. Todos os direitos reservados