PNBE PEDE CESSAÇÃO DE QUALQUER AUMENTO DE DESPESA PÚBLICA

Entidade empresarial propõe que se inicie um esforço de redução eliminando 20% dos cargos de livre nomeação

O PNBE considera que neste momento delicado da economia brasileira, que está afetando profundamente a situação de todos os setores da sociedade, o esforço por ajustes deve também incluir o setor público. Assim, não deve ser criada nenhuma despesa adicional nas áreas de governo, que já absorvem quase 40% da renda nacional.

A primeira proposta do PNBE para diminuir o custo da máquina pública, é a redução de 20% dos cargos de livre nomeação nas áreas dos poderes executivo e legislativo, o que pode ser feito sem afetar a qualidade dos serviços, que normalmente são prestados apenas pelos concursados e contratados.

Leia na íntegra

PNBE CONSIDERA QUE MANIFESTAÇÃO DAS RUAS DEVERIA LEVAR GOVERNO FEDERAL A BUSCAR O DIÁLOGO REAL

As manifestações antigoverno, iniciadas com o panelaço durante o discurso da presidente e seguidas pelas grandes demonstrações de insatisfação do dia 15, e mesmo a manifestação de grupos favoráveis no dia 13, que incluíram críticas à atuação do governo federal, deveriam levar a Presidência a repensar sua forma de proceder e, principalmente, de se comunicar com a sociedade, na opinião do PNBE – Pensamento Nacional das Bases Empresariais.

Leia na íntegra

PNBE QUER PRIORIDADE PARA CLÁUSULA DE BARREIRA NA REFORMA POLÍTICA

O PENSAMENTO NACIONAL DAS BASES EMPRESARIAIS cobrou dos presidentes da Câmara e do Senado e dos presidentes dos principais partidos políticos que seja dada ênfase à REFORMA POLÍTICA e que esta comece pela CLÁUSULA DE BARREIRA, única forma de reduzir o número de partidos presentes no Legislativo, torná-los mais identificáveis e responsáveis perante a população, evitar a corrupção e a desmoralização que vem sofrendo o processo eleitoral com a negociação de tempo de TV e outros benefícios procurados pelos micropartidos.

Segue abaixo o manifesto do PNBE e, em anexo, a reforma política proposta pela entidade.

Mario Ernesto Humberg– 1º Coordenador Geral

Leia na íntegra

PNBE PEDE MUDANÇAS NO SISTEMA DE TRIBUNAIS DE CONTAS DO PAÍS

O problema, segundo o PNBE começa com a forma de indicação dos componentes desses tribunais, muitos dos quais comprometidos com os governos que realizam ou possibilitam desvios de recursos. Um caso recente mostra isso claramente, a confirmação pelo Tribunal de Justiça de São Paulo da condenação de um ex-prefeito paulista, Paulo Maluf, por superfaturamento de uma obra caríssima, num ano cuja prestação de contas foi aprovada pelo Tribunal de Contas. Sem entrar nos aspectos partidários, vale ressaltar que, no sentido contrário, a ex-prefeita Luiza Erundina, unanimemente considerada como pessoa totalmente correta, teve muitas dificuldades de aprovar suas contas pelo TCM de São Paulo, por causa de erros decorrentes de sua inexperiência no cargo.

Leia na íntegra


Notícias Recentes

No Banner to display




Newsletter

Carregando...Carregando...



Jurômetro

Rua Barão de Itapetininga, 151 - cj 144 - 14º andar - República - 01042-909 - São Paulo SP
fone/fax (11) 3284-8687 - email: pnbe@pnbe.org.br
Copyright @ 1987-2012 PNBE - Pensamento Nacional das Bases Empresariais. Todos os direitos reservados